O cacto e a borboleta

Certa vez um homem pediu a Deus uma flor e uma borboleta, mas Deus lhe deu um cacto e uma lagarta triste. O homem não entendeu o porquê do seu pedido vir errado.

E então pensou: “Também com tanta gente pra atender...”

Mas desistiu e resolveu não questionar.

Passado algum tempo, o homem foi verificar o pedido que deixara esquecido. Para sua surpresa, do espinhoso e feio cacto havia nascido a mais bela das flores; e a horrível lagarta transformara-se em uma belíssima borboleta.

Então, reflita: Deus sempre age certo.

O espinho de hoje será à flor de amanhã!

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Nossa energia

Eu sou o que sou

O voo do rato